March 8, 2020

January 22, 2020

Please reload

Postagens Recentes

Simples Nacional 2018

05.10.2017

A partir do dia  1º de janeiro de 2018 o Simples Nacional passará por diversas mudanças. Tais como alteração de alíquotas, novos limites de faturamento e entrada de novas atividades. Ele passará a ter um novo formato e uma nova sistemática para o calculo dos impostos, e deixará de ser tão simples. Por conta disso é muito importante que se estude bem o regime tributário das empresas. 

 

Novas alíquotas e limites do Simples Nacional 2018 

 

Deixará de existir a alíquota simples sobre a receita bruta mensal. Em 2018, a alíquota passará a ser maior, com um desconto fixo que dependerá da faixa de enquadramento da empresa e será de acordo com seu faturamento. A alíquota dependerá do cálculo que traz o faturamento bruto acumulado nos últimos doze meses e um desconto fixo. Com isso haverá redução de carga tributária para algumas empresas e aumento para outras. O limite máximo de receita bruta anual para pequenas empresas optantes pelo regime de tributação Simples Nacional vai subir de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões, equivalendo uma média mensal de R$ 400 mil de receita. 

 

Tabelas 2018 

 

 Para você se familiarizar com as novas tabelas, vamos passar pelo resumo dos cinco anexos criados pela Lei Complementar n.º 155, que alterou a Lei Complementar n.º 123. Vale destacar que a quantidade de faixas de faturamento caiu de 20 para apenas 6. 

 

Antes de mais nada, descubra em qual anexo a sua empresa está enquadrada. Então, o cálculo que deve ser feito é o seguinte: receita anual total durante o ano multiplicado pela alíquota indicada. Depois, é só descontar o valor apontado e dividir o valor final pela receita anual bruta total. Feito isso basta consultar as tabelas abaixo para verificar em qual delas sua empresa está enquadrada e quais as aliquotas para a sua empresa.

 

Em suma: (RBT12 * Aliq) – PD/RBT12 

  • RBT12: Receita Bruta Total acumulada nos doze meses anteriores 

  • Aliq: alíquota nominal constante (anexos I e V da Lei Complementar) 

  • PD: parcela de deduzir constante (anexos I e V da Lei Complementar) 

 

Share on Facebook
Please reload

Redes Sociais
Please reload

Tags
Please reload

Arquivo
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon

© 2017 por Enterprising Consultoria